Adeus solidão! A moda agora é morar com os amigos

Cada vez mais pessoas, estão buscando por opções de coabitação com os amigos. Esta prática melhora a qualidade de vida das pessoas, tem um ótimo custo-benefício e é mais seguro. Famílias não precisam mais se preocupar sobre qual lar escolher.

Em vez disso, existem aspectos onde todos podem se conectar e viver uma vida digna, durante o processo de envelhecimento. Acompanhe a seguir tudo o que você precisa saber sobre a nova tendência de habitação para a melhor idade.

 

O Básico da Coabitação Sênior

 

Uma comunidade de coabitação, é um lugar onde os moradores têm seu próprio espaço com seus amigos.

Basicamente, pense nisso como uma república de estudantes, porém para as pessoas da melhor idade. As comodidades incluem sala de estar, academia, biblioteca, jardim, e muito mais. Isso tudo dá a chance de construir seu próprio espaço em um ambiente único.

Eles não precisam viver com pessoas estranhas ou ter um colega de quarto, mas eles continuam tendo uma vida social por perto. Essas comunidades foram desenvolvidas inicialmente nos anos 60 na Dinamarca, e começaram a surgir nos EUA nos anos 80.

À medida em que a geração dos antigos ficam mais velhas e começam a precisar de moradia, a tendência da coabitação começou a se desenvolver ainda mais, nos últimos anos.

As pessoas não querem se mudar para um lar de idosos ou ter colegas de quarto desconhecidos. Em vez disso, eles querem descobrir um meio termo para quando envelhecerem.

As pessoas podem se mudar para um lar onde já estão morando amigos ou ter o controle de quem podem entrar em seu espaço. Enfermeiros ou profissionais de saúde podem visitar o espaço, mas os moradores têm controle sobre sua comunidade.

Adeus solidão! A moda agora é morar com os amigos

Qualidade de Vida

 

Lares de idosos tradicionais, podem parecer um verdadeiro hospital. Coabitação é popular, porque os moradores têm mais controle sobre a comunidade e não se sentem tão isolados, podem viver com seus amigos e desfrutar de uma vida plena juntos, ao contrário, de serem adicionados a uma casa de repouso, onde geralmente não conhecem os outros moradores.

Isso aumenta a saúde emocional e faz com que as pessoas se sintam mais no controle de seu destino. Além disso, as famílias não terão que lidar com o estigma de desistir de seus parentes mais velhos ou “abandoná-los em um lar de idosos”.

Os espaços para a coabitações são bastante empolgantes, por exemplo, pode ter atividades de jardinagem, assistir televisão, cozinhar ou também criarem sua própria programação semanal, tudo isso junto dos seus amigos. E com a privacidade garantida para todos.

 

Opções Acessíveis Para Todos e com muitas Opções de Cuidados com a Saúde

 

Lares de idosos podem ser muito caros, mesmo com seguros. Mas as habitações compartilhadas, oferecem mais opções, sem quebrar o orçamento bancário ou esgotar as economias da família.

Todos compartilham as despesas da casa do tipo: das contas de serviços públicos e aluguel, à comida e assistência médica.

Um ambiente de coabitação, pode receber qualquer tipo de assistência médica. Algumas pessoas arrecadam e contratam enfermeiros para auxiliá-los 24 horas por dia, enquanto outros precisam apenas de alguns cuidados durante uma ou duas horas por dia.

Se alguém ficar doente, seus amigos estarão por perto para apoiá-los. Ter uma comunidade em torno, impede que muitos problemas aconteçam.

A melhor parte da coabitação, é que todos têm voz na equipe de apoio, podem ajudar a entrevistar candidatos e as famílias sempre saberão quem está trabalhando com seu ente querido a qualquer momento.

A coabitação com os amigos, é uma ótima solução para as famílias que querem saber que a sua pessoa tão querida está segura, feliz e sendo bem cuidada.

Fonte: Apost

Notícias mais lidas

Leia Também