Cientistas confirmam que olhar o mar produz mudanças no cérebro que nos deixam mais felizes

“Eu preciso de férias, ir à praia e relaxar”. Não é estranho ouvir esse desejo de alguém cansado do trabalho ou de suas obrigações domésticas. Pode até ter sido você quem o disse e estaria certo em fazê-lo, já que os estudos do efeito do mar no ser humano podem parecer surpreendentes: o mar não é apenas capaz de nos tranquilizar, como também muda a química do nosso corpo.

O mar foi um remédio para dezenas de gerações.Os seres humanos foram capazes de perceber os efeitos saudáveis ​​do mar por décadas.

Já no século XVIII, médicos, como William Buchan, costumavam prescrever a seus pacientes uma viagem ao mar para seguir uma terapia de banhos.

Até mesmo hospitais completamente destinados a realizar essas práticas foram montados, e hoje podemos dizer que estavam no caminho certo, já que se descobriu que o efeito do mar sobre os seres humanos é transformador.

Ajuda a oxigenar o nosso corpo e a descansar a mente

 

Um dos efeitos foi descoberto por uma equipe de cientistas que se propôs a estudar a relação entre o contato com a praia e a saúde em um projeto chamado BlueHealth (“Saúde Azul”).

Os cientistas descobriram que os sons do mar estimulam uma área do cérebro chamada córtex pré-frontal, responsável por nossas emoções e reflexões pessoais, e eles perceberam que o mar expande em nossos cérebros a capacidade de autoconsciência e de bem-estar emocional.

As ondas do oceano também desempenham um papel no nosso bem-estar, por mais surreal que possa parecer.

Segundo uma pesquisa, quando estamos na praia, nosso corpo absorve os íons negativos que são liberados pelas ondas do oceano e impulsionam as mudanças em nossas moléculas.

Isso incentiva nosso corpo a absorver mais oxigênio e a regular nossos níveis de serotonina, uma substância que controla a ansiedade. O resultado? Um sentimento de paz semelhante ao que você sentiria depois de fazer ioga.

Cientistas confirmam que olhar o mar produz mudanças no cérebro que nos deixam mais felizes

Foto: Freepick

Os sons do mar diminuem o estresse e nos transportam ao ventre materno

 

Especialistas afirmam que o ruído emitido pelo mar reduz os nossos níveis de cortisol, o hormônio do estresse, e transmite calma. Eles até sugeriram que nos lembra o som dos batimentos cardíacos de nossas mães quando estávamos no útero, o que teria um impacto emocional relacionado à proteção e segurança.

A sua superfície nos dá segurança

 

“Quando olhamos para o mar, ou ao longo da costa, percebemos um ambiente previsível e estável”, disse o neurocientista Michael Merzenich.

Ele explicou que nos sentimos seguros quando estamos em lugares livres de ameaças como animais selvagens na selva ou criminosos em uma cidade grande, e a superfície do mar que se perde no horizonte de uma forma plana e constante transmite ao nosso cérebro a sensação de estabilidade e segurança.

Fonte: Incrível Club

Notícias mais lidas

Leia Também