Está comprovado pela ciência: crianças precisam de suas avós para crescerem felizes

A participação dos pais na criação de uma criança é fundamental, mas foi comprovado por um estudo publicado pela London School of Economics and Political Science, que possui um impacto significativamente menor no bem-estar das crianças se comparado em à relação ao convívio com as avós maternas.

A pesquisa foi concluída através de uma revisão de 45 pesquisas sobre famílias ao redor do mundo, em que foi descoberto que uma criança tem maior probabilidade de crescer, se a mãe receber ajuda de um parente, principalmente se forem as avós maternas.

Esta pesquisa concluiu que o longo período de dependência da infância e intervalos curtos de parto significam, que as mães precisam cuidar de várias crianças dependentes simultaneamente, o que pode ser considerado exaustivo.

avós maternas

A análise dos dados descobriu que a presença de pelo menos 1 parente já melhora as taxas de sobrevivência das crianças se a mãe morre. E que avós maternas são as principais responsáveis por este sucesso.

Em relação aos pais, a pesquisa aponta que possuem pouco efeito sobre a sobrevivência infantil, com apenas um terço dos estudos mostrando efeitos benéficos.

As avós paternas também aparecem como benéficas, nos resultados verificados, mas mostram mais variações em relação as maternas em seus efeitos sobre a sobrevivência das crianças.

Fonte: Vix

Notícias mais lidas

Leia Também