Adiar a aposentadoria: Um caso a se pensar

Um estudo afirma que Manter o cérebro ativo através do trabalho em idade avançada pode ser uma forma eficiente de prevenir problemas que vem com a idade.

Em parceria com: Eu Planejo 360º

01
Foto: Creative Commons/Flickr Mark Turnaucas

De acordo com o Ministério do Trabalho, de 2012 a 2013 mais de 50 mil empregos foram ocupados por pessoas com idade acima dos 65 anos, um aumento de 12%, o maior crescimento proporcional no número de trabalhadores formais. Esses dados apresentam uma tendência: a presença cada vez maior de pessoas mais maduras no mercado.

O 2º lugar ficou com os trabalhadores com idade entre 50 e 64 anos com aumento de 6,6% bem acima da média geral que ficou em 3,14%. De acordo com as empresas de recursos humanos, a tendência é recente e se caracteriza como um reflexo da escassez da mão de obra qualificada, de modo que o profissional mais maduro já vem com uma bagagem maior e pode agregar bastante às empresas com sua experiência.

Leia mais em: Tudo sobre aposentadoria por idade

E quais os benefícios disso?
Um estudo realizado por cientistas britânicos afirma que Manter o cérebro ativo através do trabalho em idade avançada pode ser uma forma eficiente de adiar problemas que vem com a idade como o Alzheimer, demência etc.

Os pesquisadores do Instituto de Psiquiatria do King’s College de Londres analisaram dados de 1.320 pacientes idosos que tiveram a redução de suas capacidades cognitivas devido à idade avançada. E com isso descobriram que as pessoas que continuaram trabalhando durante a velhice conseguiram atrasar essa condição na velhice.

Especialistas acreditam que uma forma de se proteger contra essas doenças é criando o maior número de conexões entre as células o possível através de atividades mentais, por isso continuar trabalhando (ou exercitando a mente) mesmo depois de se aposentar pode ser muito benéfico para o idoso.

Aí vai um toque do Viver Na Boa: Pense bem antes de se aposentar!
Não falamos da aposentadoria “benefício do governo”, afinal descansar e receber os seus direitos não tem nada de ruim.

Falamos sim das atividades exercidas durante a sua vida que só te fizeram bem e que não devem ser trocadas por momentos de ociosidade. Mantenha a mente ativa, continue a trabalhar, abra seu próprio negócio, tenha um hobbie, aprenda coisas novas, pratique um esporte, viaje e viva! Pois a melhor fase da vida está só começando. 😉

02
Foto: Creative Commons

Adaptado: BBC Brasil, Portal EBC.