Cresce registros de violência contra idosos

mãos

O número de registros de violências contra idosos em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, cresceu 60% desde 2012. Só no ano passado foram 960 ocorrências. Os números foram apresentados no Seminário de Enfrentamento à Violência contra a Pessoa Idosa, realizado pela Secretaria Adjunta do Idoso, da Secretaria Municipal de Direitos Humanos.

Queixas por abandono são as mais comuns, seguidas por casos de maus-tratos e lesão corporal. Por último vem a violência patrimonial, quando o idoso é roubado ou tem parte de sua renda rebatida. Durante o encontro, diversos temas foram debatidos, inclusive o número de idosos que retira a queixa após dar um “susto” no familiar. Na ocasião, ocorreu ainda o lançamento oficial da Cartilha de Segurança, que traz informações úteis ao idoso, como dicas de segurança, locais de atendimento especializado e assistência judiciária.

 

Foto: Divulgação

Notícias mais lidas

Leia Também