Casal larga a vida em Seattle para viver em casas do Airbnbs.

00

Você confiaria em viver em casas de desconhecidos ao redor do mundo? (Isso é o que o serviço Airbnb propõe). Michael e Debbie Campbell, já moraram em 109 apartamentos e casas espalhados pelo mundo, e todos os lugares foram alugadas pelo site/aplicativo Airbnb. Com 70 e 60 anos, respectivamente, o casal está indo para a marca do 50º país em que vivem neste ano. E para registrar todos os dados de onde vivem, eles têm um blog que se chama: Senior Nomads.

Antes de começarem a viajar pelo mundo, eles tinham uma listinha de lugares que desejavam conhecer quando se aposentassem, isso foi uma sugestão da filha do casal, que fez com que repensassem a maneira de viajar.

Eles perceberam que se recolhessem os fundos da aposentadoria e dividisse o valor total por mês para viajar e viver em casas do Airbnbs, gastariam a mesma quantia que usavam para viver em Seattle (Washington) e para tornar o projeto real, eles venderam o carro, o veleiro, e alugaram a casa de Seattle.

Após planejarem tudo, compraram uma passagem de ida e volta para França, onde sua filha vivia com sua família. A partir desse dia, começaram uma viagem pela Europa, hospedando-se apenas em Airbnbs, com uma diária média de 90 dólares.

“Não estamos de férias. Estamos vivendo nossas vidas nas casas de outras pessoas em outros países…. É um estilo de vida libertador! ”, afirma Debbie. Com o dinheiro diário que separam para viver, conseguem ainda: assistir a concertos, visitar exposições e participar de tours pelas cidades.

Com três anos de viagem, eles se consideram experts no Airbnb. Porém, não pode ser qualquer casa, entre as principais comodidades, elas devem ter: Wi-Fi, uma mesa de trabalho, luzes de leitura em ambos os lados da cama e estar no centro da cidade.

O Airbnb começou em 2008, quando dois designers com um espaço extra em casa hospedaram três viajantes que estavam em busca de um lugar para ficar. Hoje, milhões de anfitriões e viajantes optam por criar uma conta no Airbnb para poderem anunciar seu espaço e reservar acomodações exclusivas em qualquer lugar do mundo.

Que forma inusitada de viver a vida, hein? Que tal experimentar?

Adaptado de: www.infomoney.com.br

 

Notícias mais lidas

Leia Também